Scroll to top

Minha Videoteca – Adoção das IES


Sem comentários

Avanços em pesquisas de neurocientistas têm apresentado os impactos na maneira como aprendemos e ensinamos. Já se sabe que muitos estudantes, principalmente os mais jovens, aprendem com mais facilidade quando submetidos a estímulos sonoros e visuais, quando emocionados e quando ativos em seu processo de aprendizagem.

Diante dessas descobertas, somado à necessidade iminente de adoção do método do ensino híbrido e EAD, podemos observar a utilização cada vez mais frequente de videoaulas no processo de ensino-aprendizagem, inclusive no ensino superior.

A videoaula é um recurso multimídia que respeita a ideia de múltiplas formas de aprendizagem e inteligências e ajuda a diminuir a distância, por meio de um interlocutor, entre o conteúdo e o aluno. São diversas as vantagens na sua utilização como recurso pedagógico, dentre elas, podemos destacar:

  • maior poder de capturar e manter a atenção do aluno frente os materiais de leitura;
  • facilidade em apresentar conceitos complexos de maneira lúdica e ao mesmo tempo objetiva;
  • flexibilidade para assistir e rever a aula em qualquer lugar e quantas vezes forem necessárias.

Hoje existe um crescente repositório de mídias online para ser utilizado no processo de ensino-aprendizagem. Um exemplo disso é o trabalho que vem sendo realizado com a Minha Videoteca, plataforma digital da editora LTC, núcleo de Exatas do GEN | Grupo Editorial Nacional.

Essa ferramenta traz mais de 2 mil videoaulas, divididas em 28 disciplinas do ciclo básico das Engenharias. Hoje, já é a aposta para apoiar o ensino híbrido e a educação a distância de nove IES no Brasil. Tem sido utilizada para:

  • apoiar a implementação de metodologias ativas;
  • revisar e consolidar o conhecimento dos estudantes e facilitar a aprendizagem;
  • nivelar o conhecimento dos estudantes, especialmente para reduzir a repetência e consequente evasão.

Este ano o recurso já está em uso, entre outras instituições, na Uniftec, UFES, Universidade Veiga de Almeida (UVA) e PUC-Campinas.

Para saber mais e entender como a Minha Videoteca pode ser utilizada, assista ao vídeo a seguir: Minha Videoteca.

Posts Relacionados

Postar um comentário